Páginas

25 janeiro 2010

Mais um caso...



Uma mulher foi hoje de manhã assassinada a tiro no Pragal, em Almada, por um indivíduo com quem já tinha mantido uma relação.


O homem disparou à queima-roupa, por volta das 07.40, quando a vítima, com cerca de 40 anos, saía da sua residência no Pragal, em Almada, acompanhada por três filhos.


Ainda foi prestada assistência médica, mas a mulher acabou por não resistir aos ferimentos. O agressor terá tentado o suicídio com arma de fogo, na praia da Fonte da Telha, onde foi encontrado pouco depois das 12.00, mas sobreviveu e foi transportado ao Hospital Garcia da Orta, em Almada.


A PSP foi a primeira força policial a chegar ao local, mas o caso está agora a ser investigado pela Polícia Judiciária.
Quero ver o que vai acontecer a este senhor... mas que raio há para ser investigado?

2 comentários:

Fernanda disse...

Pois, é um caso recorrente nos dias de hoje, infelizmente. Assustador!

pinguim disse...

Incrível...na frente dos filhos.
Foi pena de ter falhado o suicídio, pois assim não haveria "falhas" na justiça.