Páginas

15 março 2011

Detalhes de Historietas de Supermercado


Pior do que aturar a Aberração (recentemente apelidada de tal) é quando aparecem pessoas que além de não fazerem contas ficam extremamente apáticas na altura em que percebem que o dinheiro não chega. Ficam sem reacção, não chegam a um consenso em relação ao que devem tirar primeiro... se o belo sumo se o belo legume. 

Na altura em que estava a ensinar a Aberração e ele estava a passar os artigos na caixa apareceu uma senhora que tinha de pagar uns 13.50€ mas só tinha 10€ bem contados em moedas. Claro que não chegou e como não chegou tivemos de chamar um superior para anular... A conta ficou-lhe a 10.45€ porque uma senhora extremamente simpática disse que pagava.

A madame dos 13.50€ não percebeu muito bem, ficou ali parada, meio apática, agradeceu muito FRACAmente e seguiu em frente. A aberração atendeu a outra senhora, mas como esta ia pagar por multibanco não dava para pagar os 0.45 cêntimos, portanto eu disse para a senhora não se preocupar que eu metia da minha carteira.

A senhora extremamente simpática foi levantar de propósito 10€ para pagar os tais 0.45 cêntimos. E graças a Deus demorou o suficiente para eu topar a madame dos 13.50€ que voltou a entrar na loja, desta vez com mais dinheiro para comprar mais coisas. 

Claro que disse à Senhora Simpática e apontei para ela ver a fraude a passar nos corredores novamente, com artigos na mão! A Senhora ficou escandalizada. E a mim já não me surpreende! Lá a consolei um bocadinho e provavelmente não vai voltar a demonstrar atitudes cavalheirescas para com outras quengas oportunistas. 

Claro está que a quenga oportunista e sem vergonha voltou à minha caixa e eu reparei em artigos supérfluos como sumos e cerveja. Ora, isto é revoltante... a outra coitada de boa fé quis ajudá-la e ainda saiu a arder. Alguém, não sei, normal recusaria a ajuda da outra pessoa ou pedia para fazer uma venda em espera enquanto ia buscar o dinheiro que faltava. 

Pelo menos é o que faria... caso algum dia me faltasse dinheiro num supermercado. Mas duvido que esse dia chegue, porque sempre que vou às compras faço contas, com ou sem dinheiro!

Já vi acontecer isto a uma pessoa que tinha uma nota de cinco euros na carteira e aceitou 1.50€ de um senhor. E eu a fazer gestos ao coitado do homem, que infelizmente não percebeu...! Enfim... Ordinárias. E pior... vão-me à casa de banho sujar aquilo tudo para eu limpar. Hmpf!

6 comentários:

Myke disse...

É a selva em que vivemos!
Visto deve ser melhor que contado.

Speedy disse...

são histórias dessas que infelizmente me fazem ser menos solidário. não acredito em ninguém.

pinguim disse...

Pois é; como diz o Speedy, depois a vontade de ajudar esfuma-se...

Angelo disse...

É por essas e por outras que eu não faço isso...

Miguel disse...

Enfim, o mal deste País, são essas pessoas oportunistas e porcas...

um coelho disse...

Ia dizer "É por causa dessas"... mas já vi que não estou sozinho.