Páginas

08 dezembro 2010

Detalhes de Uma Lisboa Iluminada

Definitivamente não vou entrar em detalhes, mas lembram-se de quando escrevi um post muito atribulado e relativamente tosco sobre o nojo que era os heteros andarem na marmelada no meio da rua, como se estivessem no meio do quarto? 

Pois bem, um beijinho suave é uma coisa bonita de se ver. Principalmente se for entre dois homens. 

Mas e se for um beijo de despedida entre vocês e o vosso parceiro? Ficam nas nuvens? 

Eu fiquei. 

*

9 comentários:

Speedy disse...

geralmente fico triste porque tem sempre um sabor agridoce. é o beijo que mais me custa dar

um coelho disse...

Houve uma altura que era um beijo regado com uma ou duas lágrimas.

pinguim disse...

Os aeroportos, principalmente de Lisboa e de Belgrado, já assistiram a bastantes beijos de despedida entre mim e o Déjan e nessa altura, nem reparamos em quem está à nossa volta - só contamos nós e as nossas lágrimas.

Se7e disse...

humm... anda mouro na costa!! :)


abc e bom beijos

Filipe M. disse...

Pinguim, felizmente, o nosso beijo de despedida não tem nada a ver com o teu beijo de despedida.

Deixou-me nas nuvens por ser novidade e principalmente por saber que em breve vai haver mais.

Portanto não fiquei agridoce e sim, nem liguei em quem estava à volta.

Myke disse...

Sinto que a cada dia que passa tenho mais coragem para o fazer em público, sendo que já o fiz vária vezes (com o meu ex)!
Não sei se sou eu ou se é o tempo!
Abraço

Eric disse...

Eu também fico, é formidável.

~Gil disse...

Ai sua bichona apaixonada.
Cuidado com os herpes. hehe
:P

Filipe M. disse...

Apaixonada? Foi uma coisa passageira.


Herpes? korrore.