Páginas

14 dezembro 2010

Detalhes de Uma Puta de Vida

Bem, para não vos falar na puta de vida que tive nos últimos três dias (visto ainda estar a assimilar), vou-vos falar da puta de vida dos outros, que é nisso que sou mesmo bom. 

Vai um cliente ao local onde trabalho que é gay. Eu dou sempre o benefício da dúvida. Mas não desta vez. É G-A-Y. Quando vai sozinho faz-me sempre muitas perguntas, tira todas as dúvidas que tem, etc. Veste-se com algum cuidado e também tem cuidado com as mãos e unhas (GAY!). Mas este gay é casado com uma russa. E hoje quando eu estava entre o suicídio e homicídio das velhas desesperadas com a falta de açúcar, reparei nele a interagir tão romanticamente com a sua gaja. 

Isto dá que pensar. Não vou entrar em detalhes da puta da vida dele... mas, será possível um gay encontrar a alma gémea, o amor, a paixão ardente, numa mulher? Quem sabe o dia de amanhã? 

Não, isto pelo que 'tou a passar não é um crise existencial.  É apenas a puta de vida que eu escolho para mim...!

9 comentários:

Ruy A... disse...

Então não é possível?! Claro que sim...
Aliás é algo que não me choca muito e que por vezes é preferível ser feliz desta maneira...

um coelho disse...

Eu procurei isso muito tempo e não consegui. Ou o teu gaydar está avariado, ou é fachada dele. Mas antes "Detalhes de Uma Puta de Vida" do que "Detalhes de Uma Vida de Puta"...

André! disse...

No meio disso tudo, achei piada à foto que usaste para ilustrar este pequeno conto tão usual no nosso país! Isto é...ser ele for gay!

Myke disse...

Nas namoradas que tive, não consegui encontrar nada do que procurava. Isso não passa de um quadro que pinta cá para fora.
Hug

tiago disse...

o Nelo encontrou a sua Idália...

~Gil disse...

Eu tenho perfeita noção que nunca vou encontrar alguém tão parecido comigo como a minha melhor amiga. Somos idênticos na forma de pensar e nas reacções que temos.
Brincamos muitas vezes com isso os dois. LOL

Anónimo disse...

Axas que será mesmo possivel encontrar nos braços de uma gaja o mesmo conforto que encontras nos braços de um homem? Hum... Creio que não!
O que nao falta sou aí, são os "Heteros" de aparência, e basta as mulheres virarem as costas que vão logo fazer o que nós bem sabemos...
Viver de faxada, não vale a pena, pelo menos axo eu...

Speedy disse...

sabes, tenho essa mesma sensação com alguns amigos meus. Num caso, ele já vive com a namorada há anos, e eles são vistos como um casal ideal. E o meu gaydar a disparar, a disparar, a disparar...

Quero estar errado...

pinguim disse...

Eu não percebo nada disso; só consigo interagir com homens e basta-me!
Faz-me alguma confusão essa questão, pois há tempos tive uma aventura com um tipo casado e feliz na sua vida familiar (estou certo disso), mas que não dispensava a sua componente de sexo gay.